ANTEPROJECTOS

Artigo

A Apresentação ao Mercado da Soprema reúne 160 Pessoas no Penha Longa Resort em Sintra

Fornecedor global para toda a gama de impermeabilização e isolamento térmico e acústico nos respectivos segmentos da construção

P1010407

  • Tomás Cembrero (director comercial da Soprema em Portugal): “o impulso da Soprema em Portugal, permite implementar a política de qualidade e a capacidade tecnológica que caracterizam o Grupo Soprema na unidade de produção no território nacional”
  • Paulo Oliveira (vice-presidente do Grupo Soprema) destaca a “vocação industrial” de uma empresa familiar que “reinveste mais de 90% dos seus lucros em factores produtivos e inovação”
  • A filial portuguesa do Grupo Soprema conta com uma fábrica com duas linhas de produção, além de um centro de I+D+I e três armazéns logísticos

P1010387

“O impulso da Soprema em Portugal permite implementar a política de qualidade e a capacidade tecnológica que caracterizam o Grupo Soprema na unidade de produção no território nacional”. Assim se expressou o director comercial da Texsa Portugal (no futuro Soprema), Tomás Cembrero, no acto de apresentação ao mercado, da filial portuguesa da multinacional Grupo Soprema, que reuniu 160 pessoas no Penha Longa Resort em Sintra.

Cembrero explicou aos presentes que “dispomos de uma ampla oferta de soluções, baseada na liderança em produtos de impermeabilização e isolamento térmico e acústico” e argumentou que a operação implicará uma “reorganização comercial” em que assume protagonismo “uma equipa de prescrição apoiada num novo catálogo, que se complementa com os demais elementos focalizados no mercado industrial, da construção e das grandes superfícies”.

P1010382

Na opinião do director, a nova estratégia “deve incidir positivamente na competitividade” de uma empresa que no último exercício – tendo colocado enfase Cembrero – “foi capaz de fazer com que 35% do seu volume de negócio provenha da actividade exportadora” para 50 mercados.

Soprema posiciona-se como um fornecedor global para toda a gama de impermeabilização e isolamento térmico e acústico nos respectivos segmentos da construção, e que se enquadra dentro da unidade de negócio no Sul da Europa do grupo.

“Vocação industrial”
Na sua intervenção o vice-presidente do Grupo Soprema, Paulo Oliveira – e em referência ao que é a matriz da Soprema - destacou a “vocação industrial” de uma empresa familiar que “reinveste mais de 90% dos seus lucros em factores produtivos e inovação”.

P1010357

Oliveira manifestou o “compromisso” na procura da “redução da utilização de energias fósseis e a melhoria das prestações” da gama de produtos e soluções da empresa multinacional. E elegeu a formação como “eixo competitivo fundamental” da empresa de que é vice-presidente.

Uma unidade produtiva, duas linhas de produção, um centro de I+D+i e três armazéns logísticos
Soprema
tem em Portugal uma unidade produtiva em Alpiarça que alberga duas linhas de produção da gama de produtos e sistemas da empresa. Dispõe de um centro dedicado a actividades de Investigação, desenvolvimento e Inovação tecnológica, além de três centros logísticos localizados em Lisboa, Porto e Olhão.

Todos os produtos fabricados pela Soprema possuem a marcação CE, estão certificados pela AENOR, e a maioria dos mesmos dispõem de documento de aplicação emitido pelo LNEC e de DITE (Documento de Idoneidade Técnica Europeu), além da empresa dispor de documentos de aplicação em obra para praticamente a totalidade dos produtos e sistemas que compõem o seu portefólio. Este vem sendo cimentado por uma experiência com mais de 100 anos do Grupo Soprema e pelo desenvolvimento de testes próprios cujo objectivo é garantir a eficiência e durabilidade das soluções.

 

http://www.anteprojectos.com.pt/2017/07/24/a-apresentacao-ao-mercado-da-soprema-reune-160-pessoas-no-penha-longa-resort-em-sintra/