COBERTURA PLANA NÃO TRANSITÁVEL - BICAMADA - NT-03-01b

COBERTURA PLANA NÃO TRANSITÁVEL - BICAMADA - NT-03-01b

COBERTURA PLANA NÃO TRANSITÁVEL - BICAMADA - NT-03-01b

Descrição:

m2 Formação de pendentes com betão celular com uma espessura média de 8 cm, regularizado com argamassa de cimento numa espessura média de 2 cm com resistência mecânica superficial necessária para receber o sistema de impermeabilização; Sistema impermeabilização bicamada ADERIDO ao suporte com aplicação prévia de primário asfáltico EMUFAL PRIMER com um rendimento mínimo de 300 g/m2 formado por membrana de betume elastómero (SBS) madura de fibra de vidro (FV) com flexibilidade a baixas temperaturas ≤ -15 ºC  MORTERPLAS SBS FV 3 KG e membrana superior aderida a fogo sobre a anterior em betume elastomérico (SBS) com armadura de não tecido de poliéster reforçado e estabilizado (FPV), com acabamento mineral na face superior e um filme termo fusível na face inferior e flexibilidade a baixas temperaturas ≤ -15 ºC MORTERPLAS SBS FPV 4 KG MIN.

Conselhos Soprema:

- Sistema condicionado à aplicação e cálculos de sucção do vento de acordo com as solicitações do projeto.
- Para a realização de corredores técnicos e de manutenção da cobertura pode ser utilizada outra membrana betuminosa auto-protegida de cor alternativa. Trata-se de uma solução antiderrapante que pode ser aderida à membrana de impermeabilização existente.
- Os remates perimetrais podem ser realizados com uma solução melhorada em betume-poliuretano TEXTOP, aplicando 3 camadas de 500 + 900 + 700 g/m2, reforçadas com TEXTIL e finalizadas com GRANULADO DE ARDÓSIA.
- No caso de terminar o perímetro com membrana betuminosa exposta, pode ser aplicado o PERFIL METÁLICO PARA MEMBRANAS como elemento de remate do sistema.

Resumo

  1. UTILIZAÇÃO COBERTURA PLANA NÃO TRANSITÁVEL
  2. SUPORTE BETÃO / ARGAMASSA
  3. ISOLAMENTO TÉRMICO SEM ISOLAMENTO
  4. ACABAMENTO AUTOPROTEGIDA
  5. APLICAÇÃO ADERIDA