ISOLAMENTO ACÚSTICO

A SOPREMA apresenta uma vasta gama de produtos e sistemas de isolamento acústico. As nossas gamas de produtos são diferenciadas de acordo com o tipo de ruído que isolam, quer seja o ruido aéreo ou de impacto, ou ruído da chuva e das vibrações em coberturas metálicas ou aplicações industriais.

RUÍDO AÉREO:

TECSOUND®: gama sintética de isolamentos acústicos de alto desempenho, capaz de responder aos requisitos de isolamento mais exigentes em instalações com alta pressão sonora. INSOPLAST® e INSOFLEX®: gama de isolamento acústico betuminoso.

RUÍDO DE IMPACTO:

TEXFON: membrana constituida por um feltro não tecido de poliéster de alta tenacidade unido a uma proteção betuminosa, com um isolamento ao ruído de impacto de ΔLw 22 dB.

TEXSIMPACT: membrana de espuma de polietileno reticulado de célula fechada, com 5 e 10 mm de espessura para o isolamento ao ruído de impacto em todo o tipo de lajes e pavimentos.

TEXSILEN: Lâmina de espuma de polietileno expandido de célula fechada, de 3 e 5 mm de espessura para isolamento ao ruído de impacto em todos os tipos de lajes e pavimentos.

PRINCÍPIOS DO ISOLAMENTO ACÚSTICO

DEFINIÇÃO

O isolamento acústico é o principal método de controle da propagação de som em edifícios. Em particular, o isolamento acústico proporciona a redução da transmissão de ruído entre dois locais ou, em geral, entre um recinto e outro, ou com o exterior. O isolamento modifica a diferença entre o nível de intensidade acustica L1 num local emissor e o nível de intensidade acústica L2 num local recetor. É importante notar que, quando um local é acondicionado acústicamente pela colocação de materiais absorventes, consegue-se a diminuição do nível de ruído L1, mas a diferença L2-L1 permanece inalterada.

FORMAS DE TRANSMISSÃO DE RUÍDO NAS ESTRUTURAS

O ruído entre dois compartimentos de um edifício é transmitido por três caminhos diferentes (fig

- Diretamente através da parede.

Neste caso, as ondas incidentes vibram o elemento construtivo que transmite a sua deformação ao ar do espaço adjacente causando o chamado "efeito tambor" ou "efeito diafragma". O ruído transmitido por este mecanismo é chamado de ruído aéreo.

- Por transmissões laterais (flanking).

A pressão sonora não causa apenas a vibração da parede separação, mas também de todas as superfícies adjacentes que se tornam fontes de produção de ruído no espaço contínuo. A consequência direta deste fenômeno é que o isolamento acústico que calculamos considerando apenas o elemento separador sempre será superior ao real.

- Por impacto direto na estrutura.

Os passos, as vibrações causadas pelo arranque das máquinas (elevadores, máquinas de lavar, etc.) e, em geral, qualquer ruído causado por um impacto directo com um elemento construtivo gera uma série de vibrações que se propagam por toda a estrutura com pouca perda de energia. Esses ruídos são chamados de ruídos de impacto.

L1: compartimento emissor

L2: compartimento receptor

D: transmissão direta

F: transmissões laterais