Vídeo: CONFORTO ACÚSTICO - Sistemas chave para a edificação.

Soprema Webinar

A Soprema perto de si!

 

A Soprema realizou no passado dia 07 de Maio o quinto SOPRATALK PORTUGAL, para Portugal e Brasil, sobre o tema:

CONFORTO ACÚSTICO - SISTEMAS CHAVE PARA A EDIFICAÇÃO.

O palestrante deste webinar foi Kátia Romão, Diretora Ténica da Soprema Portugal.

 

Hoje, partilhamos consigo o vídeo desse webinar e as respostas às questões colocadas durante o mesmo.


#fiqueemcasa #vaificartudobem 

 

 

 

 

 

É obrigatório o cumprimento do RRAE em reabilitação?

De acordo com o novo regime aplicável à reabilitação - DL 95/2019 de 18 de Julho - deve ser feita a verificação das exigências legislativas à semelhança do que se faz para edifícios novos, embora se admita alguma flexibilização, nomeadamente com a aplicação das exigências de desempenho apenas para elementos alvo de intervenção e com desagravamento das mesmas em situações específicas. Contudo, recomenda-se a utilização de requisitos mais exigentes, sempre que seja viável, com vista à melhoria do conforto acústico.

 

Qual a espessura total do sistema Tecsound FT (considerando a placa gesso cartonado e a caixa de ar dos perfis)?

A espessura total do sistema é variável, dependendo da combinação construtiva selecionada. A membrana TECSOUND FT está disponível nas espessuras 12 mm (FT40), 12,5 mm (FT55) e 14 mm (FT75). As placas de gesso cartonado habitualmente terão 12,5 ou 15 mm de espessura, podendo no entanto, em algumas soluções ser utilizados sistemas de placa dupla. Também a espessura da caixa de ar é variável, dependendo da estrutura selecionada, sendo as espessuras mais comuns de 48, 70 e 90 mm.

 

O que recomendariam como melhor opção, apoiar as paredes divisórias entre fogos sobre as lajes ou apoia-las sobre o pavimento já dessolidarizado da laje estrutural?

A recomendação seria fazer o apoio das paredes divisórias sobre a laje, com recurso a bandas de dessolidarização que evitem a ligação rígida entre os elementos construtivos. Deste modo evitam-se riscos de esmagamento e garante-se também a total dessolidarização de todos os pavimentos.

 

A colocação de produtos de isolamento multicamada em paredes de alvenaria pode ser feito apenas com colagem ou é necessária fixação mecânica?

É recomendada a fixação mecânica, dado que com o passar do tempo, o produto apenas colado, poderá desprender-se. No caso de instalação de perfis, na constituição do sistema construtivo da parede, estes eventualmente poderão assumir esta fixação, ajudando à sustentação do isolamento.

 

O isolamento acústico das tubagens também têm pode funcionar como isolamento térmico?

A membrana Tecsound Tube é uma membrana para isolamento acústico, não se trata de um isolamento térmico.

 

Qual é a melhor solução para o isolamento acústico entre fogos, lado a lado?

É possível conseguir um bom isolamento acústico com sistemas de alta densidade, isto é, com elementos construtivos de grande massa que, pelo seu peso contribuem para um bom desempenho acústico. Contudo é também possível conseguir níveis elevados de isolamento acústico utilizando sistemas de massa – mola – massa, isto é sistemas cuja eficiência resulta da descontinuidade dos meios.
Assim, a melhor solução dependerá das opções determinadas pelo projeto de acústica, que deverá contemplar diversos aspetos, entre os quais o espaço disponível para cada elemento construtivo. Também a correta aplicação das opções de projeto será determinante para se conseguir a melhor solução.

 

Qual a vossa recomendação para atenuação nos bordos de lajes ou pilares às fachadas cortina?

Para uma solução adequado seria importante conhecer todos os detalhes da solução construtiva, nomeadamente ao nível dos revestimentos interiores, tectos, paredes e pavimentos e todas as ligações entre estes. Contudo a recomendação seguramente passaria por criar juntas de amortecimento entre os bordos das lajes e a fachada.

 

Face à sustentabilidade e à reciclagem, qual a situação dos produtos que apresentou? qual o seu impacto ambiental, sendo eles à base de derivados do petróleo.

O impacto ambiental dos produtos, depende de uma combinação de fatores que ultrapassam a simples origem de um dos seus componentes. Em concreto, no caso do TECSOUND, a empresa e o produto possuem uma série de certificações que atestam o seu posicionamento do ponto de vista ambiental, nomeadamente certificação ambiental IS0 14001, além da incorporação de uma percentagem de matérias recicladas que, consoante a referência, pode ir até 84%. Complementarmente, a gama dispõe de certificações VOC e REACH, através das quais verificamos que o produto apresenta uma classificação A+ no que respeita à libertação de COV e concentração de SVHC <0,1 %.
É também de destacar que se trata de uma gama de produtos com uma vida útil bastante longa, dado que nos seus 30 anos de existência, não se verificam situações de necessidade de remoção ou reposição de produto.
Assim, mediante os diversos aspetos referidos, podemos com segurança afirmar que se trata de uma gama de produtos, do ponto de vista ambiental, com um baixo impacto.